sexta-feira, 24 de maio de 2013

O Carinho (A troca)

Cada gesto de carinho que podemos ter pode interceder na relação comum de cada um de nós, basta querer que esse carinho se manifeste. Carinho não se agradece, carinho se contribui, isso é uma troca que dever existir entre nós.

Um ato de carinho é algo transformador em um mundo de pessoas individualista, hoje, vivemos o mundo individual de cada um, a cada dia deixamos de nos perceber, estamos esquecendo que ao nosso lado existe alguém a espera de um carinho seu.

Tudo está frio e distante, tudo está inquietante pela falta do afago do contato que esperamos e por muitas vezes não deixamos que aproximem de nós, por medo, por receio? Não sei, o que sei, é que o carinho instinto pede para ser acariciado, pede para ser lembrado, pois o esquecimento faz que todos os atos sejam esquecido e tudo passa a ficar distante. Não distancie, aproxime-se e deixe que o meu carinho afague o seu.

A nossa troca é o resultado final do amor fluente no universo que transcenderá entre corpo e alma, entre o real e o surreal, entre o lúdico e o experimental, tudo acariciado, tudo mudado, tudo pronto para o extraordinário.

Assim acarinhado, assim desejado, assim seremos todos amados.

Versão linda de Stairway to Heaven (Led Zeppelin) por Cristina Braga e Duca Leindecker

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails