sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Somos todos diamantes brutos


Diamante Letseng Legacy, de 493 quilates (Foto: Reuters)

Valiosos e lindos, de brilho intenso e beleza exuberante assim são os diamantes, uma pedra dura, a pedra mais dura tirada da natureza e que depois de lapidada se transforma em beleza e riqueza.

A pedra bruta quando in natura não tem valor, mas depois de lapidada se transforma em desejo, assim somos nós, nascemos brutos e passamos a ser lapidados durante toda nossa vida.

Paramos para pensar que a vida nos lapida, deixa-nos a cada dia mais valioso perante as pessoas, perante a nossa alma. Mesmo com problemas, dificuldades, a falta de emprego e a traição, isso nos ensina e nos lápida, isso acontece a cada dia, sempre estamos sendo lapidados e não percebemos.

Todos os dias aprendemos a lidar com tudo e com todos ao nosso redor, aprendemos a sorrir mais e a se entristecer menos, aprendemos a dar valor em pequenas coisas que não são tão valiosas e nos tornarmos pedras valiosas, duras em relação á vida e brilhantes em relação ao amor.

Quanto mais brutos somos, mais precisamos ser lapidados, ou seja, quanto mais duro, mais machucados seremos. Essa é uma relação natural da vida, quanto mais rude você for, mais sofrimento você vai ter e assim você pode brilhar ou se apagar.

Como a pedra é muito grande e tem muito valor, então ela é dividida em pedacinhos, esses pedacinhos mesmo pequenos continuam sendo diamantes, e nós durante nossa vida precisamos nos dividir em pedacinhos também, mas os nossos pedacinhos são pedacinhos de amor, divida seus pedaços e coloque em cada ser humano um pouquinho de você, pois mesmo aos pedaços seremos fortes e valiosos.

Muitos pensam; como posso ser valioso no fim da vida sendo que não tenho mais forças e muito menos beleza, em mim está tudo caído e tudo enrugado? Pois é meu amigo, aí que está o segredo, a vida foi lapidando você e você muitas vezes não quis entender e assim foi se machucando e hoje está cansado, cheio de marcas e por isso não se acha valioso? Engano seu, pois você quando pedra bruta era feio e enrugado, hoje és mais valioso do que pensas, pois está preparado para brilhar e iluminar o céu, pois fez a sua parte, aprendeu com a vida e venceu.

És brilhante e valioso, bruto e exuberante, lindo e apaixonante.

Pedra bruta não tem valor, pedra lapidada sim.

Um comentário:

Panacea disse...

Grande texto! E de significado ainda maior. Isso mesmo, é com o tempo que lapidamos nossa alma e podemos ser seres bem melhores. Para tal é preciso acreditar e se valorizar sempre. Abração!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails